Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPELHOS

ESPELHOS


JAMAIS ACREDITES NO ESPELHO
NÃO É VERDADE O QUE TEUS OLHOS VÊEM
OLHA TUAS MÃOS, PRA CADA UMA SÃO CINCO DEDOS.
UM DE CADA TAMANHO E ESPESSURA
COMO PODEM TAIS CRIATURAS
DESFRUTAREM O MESMO SEGREDO

JAMAIS ACREDITES NO ESPELHO
SÃO TANTAS MENTIRAS QUE OS OLHOS NÃO VÊEM
PARECEM PERNAS QUE NÃO TEM JOELHOS
SÃO NA VERDADE PURAS CARICATURAS
AVESSOS DA CASCA MADURA
COM DOIS LINDOS OLHOS VERMELHOS

JAMAIS ACREDITES NO ESPELHO
HÁ VERDADES E MENTIRAS NO QUE OS OLHOS VÊEM
NÃO EXISTEM VOZES PARA OS DESEJOS
A BANDEIRA POR SI SÓ NÃO TREMULA
O MAIS ALTO TEME A ALTURA
E AS BOCAS NÃO VIVEM SEM BEIJOS

JAMAIS ACREDITES NO ESPELHO
SÃO MENTIRAS VERDADEIRAS QUE TEUS OLHOS VÊEM
SÃO OS FINS QUE NÃO JUSTIFICAM OS MEIOS
A CAUDA É APENAS O OUTRO EXTREMO DA MULA
A FACA NÃO CORTA MAIS DO QUE FURA
JAMAIS ACREDITO EM TUDO QUE CREIO

JAMAIS ACREDITES NOS ESPELHOS...
ze paulo medeiros
Enviado por ze paulo medeiros em 24/08/2005
Reeditado em 24/08/2005
Código do texto: T44749
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ze paulo medeiros
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 61 anos
75 textos (9323 leituras)
1 e-livros (122 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:45)
ze paulo medeiros