Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desassossego



Nossos corpos se aproximam docemente
Em suave e perfeita sintonia
O desejo se insinua urgentemente
Provocando misteriosa alquimia

Todo o ritual da aproximação
Sugere o desassossego
Que explode em louca paixão
Abandono... Entrega, desapego!

Requintes de extravagância
Marcam nossos movimentos
Que aplacam nossa ânsia
Mas nos deixam mais sedentos

Esgotamos entre nós esta loucura
No fogo onde arde o desejo
Mesclando volúpia e ternura
Expressão de desassossego

Neste momento há inquietação
Sucumbimos com voracidade
No mais antigo jogo de sedução
Buscando sem pudor a saciedade

Exaurimos em nosso corpo a energia
Nos sentindo aos poucos acalmar
Transformando desassossego em apatia
Que principia na doçura de amar!










Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 16/02/2005
Código do texto: T4544
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215181 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:54)
Priscila de Loureiro Coelho