Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DIA SEGUINTE

Há sempre uma boca sedenta,
suja de menta,
lambuzada de pimenta.
E o horizonte é o dia seguinte.

(o que dói é o martírio.
Só o espiritual não cansa.
O nada é a fonte inesgotável.)

Pode ser angústia
longa espera,
o imprevisível,
o imprevisto.

Todo o horizonte perde-se
em esperas,
no olho comprido
das lonjuras
e dos esconderijos.

Do livro OVO DE COLOMBO. Porto Alegre: Alcance, 2005, p. 44.
http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=45791
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 28/08/2005
Reeditado em 11/01/2007
Código do texto: T45791
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709800 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:14)
Joaquim Moncks