Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vinho verde
Tudo vinho
Tantos vinhos
Vinha apolônico
de vinho.
Eu ia afrodite
verde água.
Nos corredores
indianos da noite,
fomos fumaça
de ópio queimando
fomos o torpor
da cicuta que mata.
E a água fez-se
vinho espumante.
E o vinho fez-se
verde escarlate.
Na aquarela de
luzes das ruas,
fomos fragmentos
de um sonho
de amante,
fomos gênesis
de uma eterna
saudade.
Alaide Santos
Enviado por Alaide Santos em 29/08/2005
Código do texto: T46025
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alaide Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil
58 textos (5148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:49)
Alaide Santos