Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AZUIS (LUXMARIA)-OLHOS DE LUZ (DON ANTONIO)

AZUIS
MARIA LUCIA VICTOR
 
Que a divina proteção esteja conosco.
Aquela que me deu azuis para te olhar.
Nada temo e navego em mares bravios
ou em mansas águas sem me assustar.
Vem comigo para remansos  calmos
onde correntezas não podem nos arrastar.
Nesse lugar onde os sonhos navegam
sempre há luar, brisa suave e perfume de jasmim.
Fica perto de mim, na luz do meu olhar
que se de azuis foi feito, feito foi para te agradar.



 


 
 
 
 
OLHOS DE LUZ
 
 
 
Lux, você é uma fada.
Os seus olhos  do céu, uma fração.Uma Maria e Cristo que está também no Alcorão.
Ninguém nos ferirá; nem com espada.
Pôr amor do Grande Espírito.
Tudo está escrito.
Nem a fome,nem a nudez,o perigo.
Em todas estas cousas somos mais que vencedores.
Pôr isto você existe. Eu existo.
Somos vencedores pôr Aquele Revolucionário que nos amou.
Nem a altura, nem a profundidade,
nem qualquer temeridade, já dizia Paulo.
Com tanta lucidez e temeridade.
O Grande Espírito que nos entregou
o Revolucionário; que tanto nos amou.
Não nos dará graciosamente tantas,
quantas, coisas? Não estamos sós.
Se O Grande Espírito é Misericordioso.
Quem estará contra nós?
 
 
DON ANTÔNIO MARAGNO LACERDA
Prêmio UNESCO/poemas/jornal
 
www.jornaldosmunicipios.go.to
 
jornaldosmunicipios@ig.com.br
 
 
 
DON ANTONIO MARAGNO LACERDA
Enviado por DON ANTONIO MARAGNO LACERDA em 30/08/2005
Código do texto: T46146
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DON ANTONIO MARAGNO LACERDA
Campinas - São Paulo - Brasil, 79 anos
55 textos (2587 leituras)
2 e-livros (95 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:08)
DON ANTONIO MARAGNO LACERDA