Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APOLOGIA

O ministério imerso,
omisso,
saliva comumente
às salinas meretrizes.
Até que labaredas verborrágicas
revidem gritos babilônicos,
e insurja na defesa...
Na vanguarda antimoral inadequada,
o biônico..
O incrível deus supersônico

Vai emanar enxofre.
Ave acrópole desmentida!
Parece preciso
disseminar minhas apologias.

Vai se matar
em rituais cíclicos.
Há líderes que digam:
-“eu o batizo”!

Vai armar comunidades,
evocando invasões estratégicas
dos Generais.
Fardas célebres e alienadas,
desfiguram-se nas amarras,
aturdidas,
na dor crônica do Araguaia.

Vai estender no asfalto,
a túnica hemorrágica.
Nossa desilusão alopata,
é sem contra-indicação
democrática.

Ao consumir,
leia a bula errática!
RODRIGO PINTO
Enviado por RODRIGO PINTO em 02/12/2004
Código do texto: T463
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RODRIGO PINTO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 98 anos
316 textos (19098 leituras)
2 e-livros (908 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:40)
RODRIGO PINTO