Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estações Embriagadas



Chora o inverno!
Lágrimas mofadas de ingratidão
Pede  fogo ao inferno
para acender a  flor da ilusão

Grita a primavera
com as folhas   machucadas
a  alma   seca  e enrugada
segue sem bússola e  sem direção

Dorme  o verão
com o sol queimado de desgosto
Com o sorriso escondido no rosto
e as chagas cravadas  no coração

Geme o outono
Sonolento e engessado
pela vida rejeitado
com os sonhos amaldiçoados
pela mão negra da desilusão

Pobres  estações embriagadas
com os dias anestesiados
morrerem  afogadas no oceano da solidão!
09/04/2005

Zena Maciel
Enviado por Zena Maciel em 30/08/2005
Código do texto: T46340
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zena Maciel
Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Brasil
239 textos (6626 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:33)
Zena Maciel