Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De Ponta Cabeça

Recomendo que comece do fim.
Não entenderás nada se ler assim,
Que tentou ler normalmente:
Só mais uma coisa para você
De poesia de ponta cabeça.
Logo se acostumará com essa insanidade
Numa poesia singular e estranha
Por que não pode estar presente
Que está presente na vida cotidiana
Positiva! Aceite o novo, a modernidade
Encare o diferente de uma maneira
Encare sua teimosia
Por mais que não queiras
A ler essa poesia
É que se começa
De ponta cabeça.

18/01/2004
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 31/08/2005
Código do texto: T46481
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42686 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:23)
Miguel Rodrigues