CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

A SIMPLICIDADE AINDA ME CONQUISTA

A SIMPLICIDADE AINDA ME CONQUISTA

O mundo impõe sua competição, sem compaixão
Em sentença final e fatal
Mas em meio a uma grande indecência
Acho toda tolice humana normal
A simplicidade ainda me conquista
Ao invés da vulgaridade me seduzir
O que há pelas ruas, senão conteúdos imundos, uma falida sociedade?
Não se trata apenas de uma única indecisão
Um coração frio e selvagem
Mas de vidas expostas ao som da mediocridade
Não somente por opção, mas pura sacanagem
O mundo gira em torno de um ciclo de total irresponsabilidade
Fumando o cigarro da imparcialidade
Bebendo no copo sujo da desigualdade
Enquanto de cima do muro se observa a marginalidade
À solta, nessa linha tênue de louca e triste realidade
O mundo prioriza suas superficialidades
Mas a simplicidade ainda me conquista
A generosidade de quem me oferece seu melhor sorriso
Daquele que com respeito minha esperança cativa
Esperando da vida aquela iluminada estrada
Aquela luz no fim do túnel, tão almejada
Ainda que algo de bom se produza, nada nos isenta do que é mal
Óoo linda vida... vida amada
Que há muito precisa ser reciclada
Preservados sejam nossos sonhos, toda vez que por nós acionada
DANIEL GUIMARAES
Enviado por DANIEL GUIMARAES em 25/01/2014
Código do texto: T4664171
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
DANIEL GUIMARAES
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
1296 textos (121530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/04/14 05:12)