Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTAÇÕES

Você chegou como uma brisa,

Acariciando-me a pele.

Com suavidade, frescor.

Deixando um rastro de sonho,

Por onde sua mão pousou.

Deitei no regaço de teus braços,

Me deixei levar por teus caminhos,


Esse amor de estações e tempos.

Inconstante, vibrante...

Me embriaguei em teus carinhos,

Colhi, flores e espinhos.
 
Transformando meu clima,

Ao bel prazer do teu momento.

Nosso curto amor...

Tão próximo da carne,

Animal!

Tão a flor da pele,

Sensual!

Sol de verão, no meu outono invernal.

Levando minhas folhas,

Me deixando nua em tuas mãos!

Você chegou e foi ficando...

Tempestuoso, turbulento

Tão rápido, violento!

Chuva, aguaceiro.

Se foi, passou!

Como só as chuvas, no verão intenso.

Deixando na memória da minha pele,

Teu jeito manso, de chegar.

A rudez, do teu apossar,

A saudade, ao me deixar.





Observadora
Enviado por Observadora em 01/09/2005
Reeditado em 25/08/2006
Código do texto: T46751
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:47)
Observadora