Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reféns

Ser um só em partes diferentes
de uma só realidade
sem tentar impor o peso
de uma triste liberdade.

E agora sem fugir
sem fingir se magoar,
carregar novamente nos olhos
estrelas caídas em maio.

Sem tentar quebrar prisões, regras ou excessões.
E sem saber ao certo o que é liberdade!
Será arrastar correntes de verdade?
Não ter medo de ladrão?
Pensar ser um deus, quando tudo está escuro?

Mas você não foi diferente
quanto te perguntaram "o que fazer"
e me senti tão só como
num pesadelo.

Preso em regras inúteis
Sem passado, sem pecado e sem perdão.
Como refém de uma vida sem saída,
Vida sem vida
Mas "tudo bem".
Lyma
Enviado por Lyma em 01/09/2005
Reeditado em 01/09/2005
Código do texto: T46878
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lyma
Salvador - Bahia - Brasil, 39 anos
58 textos (3102 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:54)
Lyma