Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0073 - Amor cancelado



Sem você, minhas noites não têm amor,
as sombras invadem a casa, as luzes,
me roubam os cheiros, o gosto da boca,
nenhum aviso e o sono vem, sem os sonhos.

O sol amanheceu frio, como estou,
nada consegue penetrar a alma,
não construí nenhuma parede,
estas nuvens invadiram, estão incomodando.

Não deixe cancelar nosso vôo,
basta que venha, chegue o mais rápido,
está anoitecendo outra vez, é quando mais dói,
os brancos ficam cinza, o vermelho desaparece.

Temos cores especiais, algumas luzes também,
os segredos ficam girando no teto do quarto,
tudo se mistura no instante dos gozos,
a vida fica uma, fácil até de sonhar acordado.

Deixei-a ir cedo demais, fiquei só com a paixão,
parece que o doce da boca lhe espera chegar,
tudo fica branco, tudo vira luz, só quando está,
agora está silêncio, sozinho e o amor cancelado.

07/12/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 18/02/2005
Código do texto: T4692
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:34)
Caio Lucas