Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO MATEM OS PASSARINHOS!

Sobre um mesmo galho, pousam dois passarinhos.
Felizes e unidos, eles cantam bem alto sua alegria.
Ao redor, alegremente brincam os filhotinhos
e suas plumagens brilham ao sol, com maestria!

As árvores florescem e sorriem, iluminadas.
A verde relva faz irradiar maior pureza;
Tudo está alegre como um conto de fadas
e tudo canta, louvando a bela Natureza!

Eis que caí do céu um objeto, a estrepitar!
Continuam os pássaros a trinar agudamente.
As árvores florescem cada vez mais, sem suspeitar
e os alegres filhotes saltitam ainda, ingenuamente!

Sobre um mesmo galho, dois esqueletos, pousados.
Do cantar trinoso ficou somente um eco perecível
e ao redor, os filhotes mortos, despojados
sob o sol, a gargalhar, cruel, morte terrível!

Abre-se do céu tamanha boca ferrenha.
Sobre a Terra, nêutron mortal, fogo espadana!
Oh, pesadelo, vá embora, não mais venha!
Lutemos, homens, pela nossa Terra Humana!


(Tradução e interpretação do poema de Mihaj Trifon, da Romênia, em Esperanto, publicado na Antologia Ecológica Sócio-Escolar, do Dr.Fortunato Benchimol, sob o título: HOLOCAUSTO DOS ANJOS, em CD´s  também) Por Elma do Nascimento
Victoria Magna
Enviado por Victoria Magna em 02/09/2005
Reeditado em 04/12/2008
Código do texto: T46975
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Victoria Magna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
329 textos (130066 leituras)
1 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:18)
Victoria Magna