Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0080 - Minha noite


   
Apaguei o sol, pulei a tarde,
cerrei as cortinas e abri a noite,
guardei a tristeza,
fui ao encontro do amor.
 
Limpei um pouco meu coração,
nem notei que estava alegre,
deixei meu senso, os acasos,
ensaiei palavras, todas de amor.

Minha mão rodeou o corpo vestido,
ainda assim senti o quente da pele,
pensei alto em paixão,
tento ouvir pensamentos, não eram meus.

Esperei um segundo beijo,
antes não houve um primeiro,
a pele brilhava, estava faminto,
tudo era apenas sonhos, era noite.

De repente as mãos se tocaram,
os rostos, o silêncio, a boca, o beijo,
todos os sentidos aguçaram,
contigo foi noite, minha noite.

09/12/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 18/02/2005
Código do texto: T4699
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:57)
Caio Lucas