Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0087 - Amantes escolhidos



Flores são como meninas, ágeis ao calor,
meninos: caule, rijo, vergado apenas à força,
enquanto os sentimentos parecem ventos,
elemento único que retorce unindo sexo ao sexo.

A noite é um negro cobertor que agasalha,
entre luzes refletidas das estrelas,
ervas se entrelaçam como braços,
contorcendo-se entre ramas como em um orgasmo.

Vem a chuva de uma quase primavera,
flores desnudam-se das suas pétalas,
como que se banhassem para receber seu amado,
vergam em todas as direções à procura do pólen.

Flores são como coração que procura amor,
a mulher que gera o filho,
a borboleta que se transforma além da beleza,
como eu e você, amantes escolhidos.

11/12/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 19/02/2005
Código do texto: T4723
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 21:01)
Caio Lucas