Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0092 - Não sou para sempre



Preciso descobrir o tempo para sempre,
saber pra onde os sentimentos vão,
talvez a linha da vida esteja errada,
meu amor não é um velho amor,
não sou duro, não como pedra,
nos meus ombros levo só a minha vida,
alguns poucos brilhos da minha existência,
também a despaixão externada n'alma.

Talvez nada mais tenha sabor,
a mágoa e o sofrimento nos enganam,
seria bom que fosse para sempre,
não posso parar agora, não mais,
o que comecei tem que durar um pouco,
solidão é para sempre, por que não o amor?

Amanhã quero sorrir mais, outra vez,
sei que dos dentes não saem alegria,
amanhã quero me apaixonar,
sei que teus sentimentos não são verdadeiros.

Ainda tenho tempo de mudar o caminho,
deixarei o amor ao redor do corpo,
só não consigo encontrar quem perdi,
ainda que não fosse amor, é minha vida.

Não, não, não quero mais se não for para sempre,
tenho pedaços de amor espalhados pelo mundo,
quero enfrentar meus bandidos, meus ataques,
poderia parar se a minha vida não fosse minha,
fui longe demais, agora quero minha parte de tudo,
posso mudar, não o amor, o que tenho é para sempre.

13/12/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 19/02/2005
Código do texto: T4729
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116057 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 16:03)
Caio Lucas