Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0100 - Crepúsculo



Deste teu coração veio o sinal,
inaudível, apenas senti no vento,
me disse adeus, assim entendido,
senti os braços meus sem teu corpo.

Fostes da noite, antes minha,
tenho todas as certezas que ama.
Por que não eu? O que plantei nasceu?
Não estou triste, estarei se o acaso acontecer.

Venha e me ilumine os olhos com vida,
caminhe entre meus amores, todos,
levas pra ti meu carinho, o mais terno.
Quer mais? Peça, serei teu.

Minha paixão encanta até partes doloridas,
fostes minha, fui teu, antes e depois da partida,
nos reencontraremos por onde passa a vida,
bem lá na frente, somos amor.

17/12/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 19/02/2005
Código do texto: T4737
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:58)
Caio Lucas