Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS ÚLTIMOS PRIMEIROS



Conheci Deus.
Estaria louco?

Era Deus, sim,
— há pouco —
com dedos paz-amor, insistindo sono às pálpebras,
pressionando-as para o sul, querendo-as fechar.

Com Ele falei o mais humanamente, enquanto pude;
em fração de segundos, tornei-me Dele íntimo:
desenvergonhamo-nos
— Um ao Outro —
nossos segredos.

Deixou-me escapar
— quase sem querer —
que jamais fora  brasileiro,
mas tem uma vontade louca de passar férias na Bahia.
(os curiosos, espantados, descerram a janela na minha cara sã)

Há pouco, conheci Deus!
(os amigos lúcidos ainda dizem que pirei de vez)

Falou-me das Suas angustias,
enquanto era eu quem deveria estar deitado no divã
falando mais que a matraca da quarta-feira-de-cinzas.

Deixou-me escapar
— sem nenhum estereótipo —
que fora Um sem-lugar, Um sem-grana, Um sem-paciência, Um sem-medo
e Um sem-espelho
— principalmente —
só para não constatar a desgraça das semelhanças.

Diverti-me muito com Deus,
— em  poucos segundos  —
até sentir-me, confesso, necessitado,
tornar-me Dele analista, vigia e confessor.

Nos breves poucos segundos,
— talvez os últimos —
saímos para falar a última bobagem dita entre goles de chope;
até que um amigo
— um daqueles preocupadíssimos com meu surto —
com a língua tropeçando no excesso álcool e na falta dos óculos,
leu duas laudas e meia de páginas
provocando cochilos aos que não Nos viam;
enquanto Dele me despedia ao som de um blues-azul,
em noite de puro jazz.

Agora, menos cansado,
só, então, um pouco mais eterno,
descobri porquê Deus pressionou minhas pálpebras:
Ele tentou fecha-las, sem querer.
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 04/09/2005
Código do texto: T47609
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19525 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:15)
Djalma Filho