Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Luz Eterna



No silencio do cosmos
Surge a Luz que tudo alcança
O medo, a indiferença, a esperança
Deixa que os raios sigam sem direção
Espalhando-se ate a eternidade
Como a presença da realidade
Frente às manobras da ilusão

Em meio ao firmamento
A Luz se estabelece
Entoando uma prece
Como poema dos anjos
Então o céu iluminado
Abraça o tempo assustado
Através de seus arranjos

Nos confins do infinito
Eis que soa bendito
O som da mais pura inocência
Desta sonoridade
Surgiu a humanidade
Num ato de benevolência

Assim começa a história
Nem sempre coberta de glória
Mas com determinação
A vida evoluiu
Quando o Homem emergiu
Em meio a Luz da Criação!






Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 05/09/2005
Código do texto: T47850
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215194 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:05)
Priscila de Loureiro Coelho