Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão

Hoje me sinto sozinha.

E na verdade,

Nem sei se já me senti acompanhada...

Exercito meu gosto pelo contrário,

Pelo pouco espaço.

As vezes, questiono se acho-me com direitos,

Pois, saboto tanto a minha felicidade...

Esqueci de exigir meus direitos!

Me tranquei, em exílios internos.

Em grades de solidão, abandonei meu frágil coração.

Deixei, um buraco tão grande em mim,

Que me perdi por dentro...

Esvaziei meus triunfos,

Mergulhando minha alma nos rios da tristeza!

Vou ao fundo, sinto pena de mim,

Sentimento tão pequeno me invade,

Nublando meu semblante...

Entricheirando minha alegria,

Nos braços da desilusão.
Observadora
Enviado por Observadora em 06/09/2005
Reeditado em 26/08/2006
Código do texto: T48032
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:31)
Observadora