Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o vazio e o nada

Posso despejar aqui no papel,
palavras que te mostrarão,
o gosto amargo do fel,
enquanto aperto com a mão,
em um triste conto de cordel,
as gotas do sangue do meu coração.

Às vezes perco o sentido,
estou caminhando na escuridão,
a dor é a roupa que estou vestindo,
um enorme vazio é a direção.

Pego um ônibus pro nada,
minha alma paga a passagem,
estrada dura e gelada,
me diga pra onde é essa viagem.

Pra que me apegar a alguém?,
se o sofrer não me abandona,
querer e ficar com o bem,
mas o mal é que me domina,
pensar e o pesar também,
tudo se confunde em minha vida.
tháccyo
Enviado por tháccyo em 10/09/2005
Código do texto: T49181
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tháccyo
Goiânia - Goiás - Brasil, 37 anos
38 textos (1014 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:37)
tháccyo