Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fadiga

com o peito aberto ao vento
pés no chão, ando devagar
fértil o solo da imaginação por onde piso
nunca me ajoelhei para um pedido
da vida não esperei o trazer
sem limites, longe, o meu desejo é seguir
por certo as vezes me senti perdido
teimando nas táticas do que fazer
a cada linha do horizonte que ultrapasso
lanço os olhos para o infinito

benta emoção,
certo e pecado,
razão ou errado
meu leito coberto por lençóis de retalhos esdrúxulos
meu sono se deita nos sonhos dos sonhos dos justos
um dia em algum lugar
se um amanhã não chegar
se insiste em existir ou existiu
encontrar?
não sentirei o receio do grito ou do silêncio
que poderão vir do nada
pois sou conhecedor de que tudo acaba
Plínio Sgarbi
Enviado por Plínio Sgarbi em 11/09/2005
Código do texto: T49438
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Plínio Sgarbi
Jaú - São Paulo - Brasil, 54 anos
241 textos (218250 leituras)
21 áudios (3298 audições)
5 e-livros (510 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:28)
Plínio Sgarbi