Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim de Tarde

À J.B. Xavier


No refúgio do olhar,
Desenha-se o ocaso.
Enleva-te o impulso criador
Na súbita revelação
Da percepção visual e acústica
Que seduz as tuas mãos.
Uma celebração de cores
Projeta-se no murmúrio da retina.


Aconchegas em tuas mãos,
O aceno silencioso da tarde.
Entre nuvens plúmbeas e límpidas,
O desmaiar da luz, a fenda aberta
À melodia da gênese do tempo,
A senha para a voz da noite.


Quem escutará o gesto sutil,
O sussurro da melancolia,
O alçar da imaginação e do sonho
Libertos na curvatura do oceano,
Quando teu olhar debruçado
Entre a solidão e o infinito
Devolve-te uma outra vida
A tua própria, quase esquecida

 
Fernanda Guimarães


Visite "De Amores e Saudades - Fernanda Guimarães":
www.fernandaguimaraes.com.br


Fernanda Guimarães
Enviado por Fernanda Guimarães em 23/02/2005
Reeditado em 25/08/2008
Código do texto: T4956
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Guimarães
Fortaleza - Ceará - Brasil
430 textos (64357 leituras)
9 áudios (1782 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:35)
Fernanda Guimarães