Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VADIO

ANDAR VADIO PELA RUA
PISAR AS PEDRAS DAS ALAMEDAS
CORRER O RISCO DA VIDA
PELAS NOITES ENLUARADAS

DEITAR A SOMBRA DAS ÁRVORES
OUVIR O CANTO DOS PÁSSAROS
BANHAR O CORPO NOS RIOS
REZAR A TARDE NOS SANTUARIOS

EU ANDO TÃO SOZINHO
EU NÃO ENCONTRO UM CAMINHO
TENHO MEU CHAPEU SOB O SOL
E UMA VONTADE DE SER PASSARINHO

EU LUTO PARA VIVER
E FUJO PRA NÃO MORRER
EU NÃO TENHO NINGUÉM PARA AMAR
AH! QUE VONTADE DE CHORAR

O MEU DESTINO É NENHUM
EU SOU NA RUA MAIS UM
VOCÊ NÃO PODE ME VER

PORQUE EU SOU TÃO COMUM
EU SOU NA RUA NENHUM
VOCÊ NÃO QUER ME VER
Sergio Cortes
Enviado por Sergio Cortes em 12/09/2005
Código do texto: T49821
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sergio Cortes
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 53 anos
102 textos (4493 leituras)
4 áudios (127 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:12)
Sergio Cortes