Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fauno

Do mais efêmero em mim.

Surgiu meu sonho!

Um fauno feliz como bailando em brumas...

Mestre, mágico, na arte de amar,

Me fez aprendiz do amor!

Revigorando meu estagnado sentimento,

Renascendo a fênix dos meus ternos amores.

Chegou na velocidade da luz,

Ofuscando minha razão.

Dando vazão as minhas lágrimas.

Tomando como um deus,

Todo o curso de minha história.

Dominando meus pensamentos...

Translúcido sorriso infatil!

Acariciante teu gesto me chega.

Alegras meus escuros dias de realidade.

Levando-me a bailar, com teu jeito de Pan...

Para a terra das fadas!

Terras encantadas,

Me deixo levar, pelo êxtase do momento.

Pulando, de estrela em estrela,

Levada pelas asas, de tua louca imaginação.

Amada na relva...nos onteiros

Sentindo a brisa, beijar-me os seios,

Meu sexo exala felicidade!

Meu fauno,

Vêens no vento,

E levas meu medo para além do horizonte,

Me deixando assim,

Vestinda com as cores do arco-íris!





Observadora
Enviado por Observadora em 12/09/2005
Reeditado em 01/05/2006
Código do texto: T49878
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:29)
Observadora