Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apelo

E no silêncio ouço vozes,

que reçoam ao longe

Vindas do gritante de mim.

E você é meu tom maior!

MInha palvra mais forte,

Meu começo...meu fim.

E eu te amo tanto!

Que chega a doer meu peito.

Meu amado se soubesses,

O quanto te quero...

O quanto, meu corpo te implora.

Minha alma, transbordade de felicidade quando te vê!

O meu intímo todo te canta.

Se te váis...

Levas contigo metade de mim.

Não consigo suportar tua ausência.

E um pouco que morro.

e me sinto assim...

Como folha à deriva,

Á mercê, do vento que for.

Infeliz, vou rolando pelas calçadas da vida...

Implorando guarida,

Mendigando, amor!

Observadora
Enviado por Observadora em 13/09/2005
Código do texto: T50179
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:39)
Observadora