Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0101 - Amar



Mostrou amor sobre o doce rosto,
nos olhos uma grande luz,
a face rosada se mistura a cor do baton,
chegou a estação, o cio, a paixão.

Ondas imensas de calor aparecem no corpo,
dentro e fora, do meu...
É certo que esmagou alguns passados,
retirou pedras, atirou-as ao lado da vida.

O pranto não mais corre até às mãos;
lá, a espada, lamina longa e fina.
Cravou teus pés na terra firme,
fincou amor, teu amor...

Trouxe-me de volta e me fez amado,
um longo abraço ficou preso aos corpos,
olhares gravam imagens que refletem o outro,
ficou um amor sem dores, sem promessas...

Quando os amares são de alegria,
todos os sóis brilham, até o mais negro,
os sins amadureceram rapidamente,
na boca fica o sorriso liquido do amor.

18/12/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/02/2005
Código do texto: T5036
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116066 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 07:10)
Caio Lucas