Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0105 - Na noite



 

Arrasto-me em meus sonhos,
deixo que minh'alma se vá do corpo,
ainda com meu desejo longe,
viajo rápido em meus pensamentos.

 

Sinto que outros olhos me seguem;
como fogo meus lábios queimam,
sem o beijo,
tento enganar minhas vontades.

 

Na noite a solidão é mais forte,
os rostos ficam endurecidos no pensamento,
as mãos frágeis sem outras,
devagar as lembranças ficam vazias.

 

Silenciosamente fecho meus olhos,
decepcionado, meu coração dói,
a quietude abafa minha respiração,
faltou paixão, na minha noite faltou você.

 

20/12/2004

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/02/2005
Código do texto: T5042
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116066 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 00:19)
Caio Lucas