Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0108 - Eu em teu amor





Lembro teus olhos,
e quando falamos de amor...
os mesmos meus,
o jeito de ter,
não tem nada de adeus.



Sonhei teus sonhos,
fico estranho sem paixão,
quando sem teu corpo,
arrasto-me sobre nosso lençol,
até encontrar teu perfume.



O gostar não parou no meio,
no beijo agarrei teus cabelos,
alisei teu corpo,
com o meu tomei,
cheguei cedo, antes da paixão.



Quando olhei teu rosto,
estava coberta de amor,
entrei devagar,
invadi teus olhos,
fui até à alma... minha agora.



Não reclame meu desconserto,
quero meu lar,
em teu corpo,
as vestes jogadas ao chão,
mesmo louco, sou teu homem.



Vem me adorar, como eu,
quero todos nossos avessos,
beber da vida,
ficar sem rumo no meio do dia,
estranhar quando não tenho saudade.



21/12/2004
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/02/2005
Código do texto: T5046
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116060 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 22:44)
Caio Lucas