Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEDE DE POESIA

Verso, por que faz assim?
Por que se esconde,
Rindo ou fugindo de mim
Atrás de lápide fria
Nessa nuvem densa, onde?
Tenho é  sede de poesia
De plenitude de amor derramado
Em poema, êxtase ou dor
Da voz atendendo ao chamado
Para verso single, solto ou casado
Com rima gêmea, em ritmo suado
De tema livre, atado, uivador!

14/09/2005
Originalmente publicado com o título Tenho Sede
DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 14/09/2005
Reeditado em 02/08/2007
Código do texto: T50492
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (753141 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:36)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor