Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não me peças para amar o amor!



 
 
 
 
 
Não falas mal do amor
porque  engravidastes a  flor
dos  verdes dias
no jardim dos teus sonhos
 
 
O poeta  não conhece
um coração em letargia
banhado de solidão
nas noites  nuas  de fantasias
 
 
Ao longe a  cotovia pia
a fúnebre marcha da
triste sinfonia
da dor da  eterna agonia
 
 
 
Não se administra o amor
O coração não tem feitor
Ama quem lhe convém
quem sabe  não ama ninguém
 
 
 
 
Maldito seja este verbo  imoral
que me fez tanto mal
com suas chagas e feridas
infectando o mel da  vida!
 
 
 
Agora a alma   chora
os  invioláveis segredos
que lhe causaram tantos medo
guardados nos tabernáculo
da  arca da desilusão
 
Recife
31/01/2005



 



Zena Maciel
Enviado por Zena Maciel em 14/09/2005
Código do texto: T50548
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zena Maciel
Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Brasil
239 textos (6626 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:22)
Zena Maciel