Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0116 - Novo Eu



Meus olhos acompanham o amanhecer,
sem braços, sem outro corpo,
espero um caminho à frente da vida,
tudo é novo, quero as mudanças
e cada pedaço da felicidade que sonhei.

Meu corpo segue os desejos,
sinto a calma no sereno da madrugada,
o vento ainda é fraco,
o frio invade meus poros,
como uma ternura que ainda não chegou.

Quero abrir meus espaços entre os sonhos,
tingir cada amor de paixão,
cada boca com beijo, com sabores,
fazer a noite brilhar como se fosse dia,
até que amanheça tudo novo, novo Eu.

04/01/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/02/2005
Código do texto: T5060
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116057 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 14:20)
Caio Lucas