Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0122 - Pedaço de poema



Nesta manhã não chove, não faz sol,
estou esperando que o tempo mude um pouco,
não lá fora, dentro de mim, fiquei parado na noite,
hoje corro atrás do que sobrou de felicidade.

A parte da esperança não acabou,
o poema fica aqui, assim mesmo,
pela metade, como eu,
deixo faltando um pedaço, aquele dos sonhos.

Talvez, jamais escreverei talvez...
parei de escrever, aqui e agora,
deixa que tudo fique inacabado,
estou indo... ainda com um pedaço no passado.

Este é um poema que não terminei,
acho que não vou terminar, vai ser assim,
um pedaço de uma vida que não fui amado,
um simples pedaço de poema.

07/01/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/02/2005
Código do texto: T5067
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116052 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/16 14:25)
Caio Lucas