Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0124 - De joelhos



Teu olhar visto de cima,
tua boca penetra...
meu sexo, minha alma,
abrem-se as portas,
sou puro prazer...

Meio corpo à mostra,
meu e teu, o toque...
a ternura faz exalar cheiros,
as mãos agarradas, alucinadas;
do alto, fixo meus olhos nos teus...

Joelhos... instantes judiados...
enquanto meu sangue ferve,
a saliva escorre em um canto da boca,
espalha na mão,
o gozo, o grito, o prazer...

As mãos tocam a cabeça,
o suor, um afago,
fica em ti o gosto, meu,
as pernas vacilam por segundos,
o riso saciado vem e o beijo satisfeito!

06/01/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/02/2005
Código do texto: T5069
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116071 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/16 04:01)
Caio Lucas