Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0125 - Grito de liberdade!



A cada passo vejo um novo caminho,
as vidas vêm e vão minuto a minuto,
as pessoas passam e sorriem na minha frente,
assim transito entre os corações que não amo.

Quero ser parte do tempo dedicado aos amantes,
talvez se um sorriso bastasse, um carinho apenas,
deixaria me perder entre meus sentimentos,
até que todos os amantes gritassem por meu nome.

Se louco, poderia querer ser a hora, o dia, o outro,
desfrutar dos beijos, os abraços escondidos nos corpos,
presentear desejos, como se fosse dono dos prazeres,
pudesse ainda demarcar meu caminho para o destino.

Tenho medo de todos os sonhos que me envolve,
cada caminho marcado está cercado por pedras,
careço de outras mãos, hoje já não sei ir sozinho,
preciso d'outro corpo para que aqueça o meu.

Soltem minhas amarras, que seqüestrem o coração,
quero viajar, ter sentimentos novos que me façam voar,
depois quero a felicidade, um pouco que seja,
tenho o direito de amar, mesmo longe da liberdade.

10/01/2005

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 24/02/2005
Código do texto: T5070
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116052 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/16 17:54)
Caio Lucas