Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas Lido
para todos os poetas


Rosa Pena 


Não importa se tu achas
Meus versos repetidos
Não quero ser teu querido
Basta-me saber que sou lido

Falo do amor
vivo ou morto
regente ou deposto
Crio personagens imaginários
Colo e descolo no tempo.

Sou um angustiado
Batalho com espíritos
Vivo tonto de cheiros,
De movimentos.
Povoado de pensamentos.

Eu vos amo
Vento, chuva,
Passado, presente
Eu vos adoro
Machos, fêmeas
Transfigurados ou perfeitos
Vencedores ou vencidos
Ardentes ou comedidos

Sou poeta
Nem alegre, nem triste
Não pretendo ser teu preferido
Apenas lido.

2000
Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 24/02/2005
Reeditado em 22/10/2008
Código do texto: T5097
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
960 textos (1414259 leituras)
48 áudios (24765 audições)
33 e-livros (28999 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:10)
Rosa Pena

Site do Escritor