Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIRTUDE

Olho para o céu,
não enxergo a amplidão deste sentimento.

Teu amor não me dá tréguas!
Invade o espaço, num fiasco,
evade-se aos estados, países, continentes, planetas, universo!
Não obstante, tênue para tão emerso sentimento,
fez-me cego!..

Estou isento em detrimento d’outros versos.
Deito intenso na relva alva de teu colo.
Durmo, meramente na áurea de teu solo.

Tua alma plana,
turva,
ama!..

Aos  meus castanhos olhos,
és  maestria de mulher soberana,
onde meu fanatismo flana.
Viagem sem volta para quem ama.


RODRIGO PINTO
Enviado por RODRIGO PINTO em 17/09/2005
Código do texto: T51345
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RODRIGO PINTO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 98 anos
316 textos (19099 leituras)
2 e-livros (908 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:10)
RODRIGO PINTO