Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ato poético em cenas de lamento e de protesto

Ato poético em cenas de lamento e de protesto

Fatima Dannemann

(prologo)

Eu sonhei que ser feliz era possivel
amor e poesia festejando a vida
poesia e amor de porta bandeira em minha vida
amor e poesia marcando o compasso da vida

Eu sonhei que ser feliz era possivel
E eu sonhei
eu sonhei e apenas sonhei
que a felicidade
era uma possibilidade
concreta
e mais que perfeita

(verbo na voz reflexiva)

Olho o vazio de um mundo
que superprotege os falsos fracos
Olho o vazio de um mundo
que tira a sorte
dos pseudofortes...
Olho o vazio de um mundo
que se perde em ilusão
e jura buscar a verdade.

(Um grito ou chamado em compasso de lamento)

Justiça,
tiraram-lhe a venda.
Vitória,
triunfo do bem,
surrupiaram a espada.
Jogaram cinza no verde da esperança
Vulgarizaram o amor com purpurina
Desfocaram a visão dos sonhadores
Deturparam as palavras dos pensadores

(ato de protesto e chamado)

Parem!
Gritem basta
Parem de esconder a beleza
Dê passagem para outros sonhadores
Chega de derrotas,
gritem basta e vamos esperar o momento
de gritar bem alto
de cantar bem alto
a nossa alegria e a felicidade...

(para repetir como um mantra e acreditar nos sonhos)

eu sei que a vida é possivel
eu sei que amor e poesia
fazem festa em nossa vida
eu sei
eu sonhei
eu sonho
e qualquer trajetória
que nos leva a plenitude
é a resposta correta
na prova da vida.

La mejor imagen de su empresa
Es importante, sencillo y rápido. Inicie y mejore su presencia en la
red. Servicios web personalizados
Web Profesional 2000

Maria de Fatima Dannemann
Enviado por Maria de Fatima Dannemann em 19/09/2005
Código do texto: T51906
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria de Fatima Dannemann
Salvador - Bahia - Brasil
66 textos (9049 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:09)
Maria de Fatima Dannemann