Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anônimo Amigo

Anônimo Amigo

Fatima Dannemann

O melhor amigo de todos os poetas
É o leitor . Sim, o leitor...
Este anônimo amigo
Que transcende o tempo,
Extrapola as eras
E mergulha de corpo e alma
Num verdadeiro banho de letras.
Leitor, inseparável companheiro de todos os poetas
O que fica em silêncio meditando nas palavras
Pensando nos sentidos,
Viajando em cada estrofe, verso, figura
Sintonizando-se com a poesia.
A musa muitas vezes desdenha o poema
-         ou o poeta –
Os críticos? Ah, esses...
Eles procuram nós em pingo d’água
E simplesmente saem apontando defeitos formais
Erros fatais...
Como se arte, literatura e poesia
Precisasse ter a precisão exata da ciência.
Estudantes? Ah, esses lêem por obrigação.
As vezes decoram versos para declamar
Nas festinhas da escola.
E, na maioria das vezes, é tudo.
Não, o melhor amigo do poeta
É o leitor.
Leitor comum e anônimo,
Aquele que sente na pele e na alma
Cada sentido e cada som,
Cada sentimento,
Todos os cantos
E todos os lamentos
E que ao ler os versos com  toda sua alma presente
Se faz parceiro do poeta,
Um grande amigo,
Quase uma alma gêmea.

(a todos os meus leitores e a todos os meus poetas preferidos)


Maria de Fatima Dannemann
Enviado por Maria de Fatima Dannemann em 19/09/2005
Código do texto: T51912
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria de Fatima Dannemann
Salvador - Bahia - Brasil
66 textos (9051 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:42)
Maria de Fatima Dannemann