Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não que...

Não que tenha deixado
de admirar as rosas
Elas simplesmente
não florescem mais
em meu jardim invernal
dissociado de luz

Não que haja desistido
das sangrentas lutas
ferozes e rotineiras
Mas em meus imensos
campos de guerra
existem corpos demais.

Não que a dor tenha
assumido o controle
dessa alma perplexa
Mas vejo em lampejos
a vida que se esvai
a cada movimento.

Não que tenha perdido
toda a fé na raça
quase humana que vacila
Mas é cada vez mais
raro vislumbrar um rasgo
de absoluta ternura.

Não que a desilusão
se tenha estabelecido
lânguida e completamente
Mas dentro em mim percebo
a escuridão que cresce e
me abraça de forma intensa.

Não que tenha trancado
a voz na quietude amorfa
e satânica dos silêncios
Mas minha mente contém
o grito valoroso daquilo
que não deve ser dito.

Não que tenha perdido
a exata noção do desejo
em meu porão hibernante
Já que a pele pede vida
e abrigo em agasalhos
de mãos firmes
nunca indolentes .

E que sejam quentes.

Claudia Gadini
26.05.05
Claudia Gadini
Enviado por Claudia Gadini em 21/09/2005
Reeditado em 14/10/2006
Código do texto: T52566

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Claudias Gadini). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Gadini
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
318 textos (54196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:45)
Claudia Gadini