Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REVERSOS DA ALMA

Entrei
mas fechei a porta!
O que ficou, não interessa,
não tem valor, não importa!
Às vezes faço versos
mas são reversos da alma
e quem lê não entende
porque é difícil saber do que passou,
lembrar do que o vento levou.
As folhas secas caíram,
[nascem sempre outras no lugar]
aquelas, a chuva ajuda levar!
O jardim foi refeito
a erva daninha arrancada.
Sou novamente mulher amada
fazendo do meu, o teu desejo
e juntos nos encontramos
lado a lado
vida e sentido.
O amor
tentamos acertar.
Nos erros de ontem,
vivemos nosso hoje
tal broto de uma rosa podada
que na primavera renasce forte
viçosa
linda
mas com espinhos para machucar.

22.Setembro.2005
20h00
ITANHAÉM      SP
Míriam Torres
Enviado por Míriam Torres em 22/09/2005
Código do texto: T52858
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Míriam Torres
Itanhaém - São Paulo - Brasil
307 textos (17335 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:49)
Míriam Torres