Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma (2)

Alma 2

Alivia-me saber
que é, de facto, sazonal
esta debandada das aves
em bandos brancos
na frente dos meus olhos.

Afinal, não fogem de mim,
e, tristemente,
eu não fujo com elas.
O peso da terra
prende-me ao chão;

Os meus pés
anseiam lançar âncora,
e reinventam-se
com as raízes da planta
que eu devia ser
com mais frequência.

.
(in À Margem do Olhar)
Luis Melo
Enviado por Luis Melo em 23/09/2005
Código do texto: T52957
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Melo
Portugal, 59 anos
64 textos (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:45)
Luis Melo