Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Renascimento

Estou só, no estado da emoção,

E me pego a pensar, na tristeza,

Que toma conta de mim, neste momento.

Mil corações, ensurdecem-me agora.

Multidões, que me perco de vista.

Que me perco de mim!

Tantas faces distintas,

Tantos rostos sem feicões.

Só corações!

Ergo minha face, para essa manhã nascente.

Ínfima esperaça me envolve.

O sol, se insinua galante, atráis dos montes.

Falando de amor com a auora,

Disvirginando a madrugada que brilha,

No seio, de um novo dia!

Desse caso de amor, eternizado no tempo,

Nasce a minha esperança.

Faz brotar a vida, junto com meu querer reviver.

Quero, desabrochar com essa manhã.

Me vestir, com as cores das flores,

Que encantam, na proporção que perfumam.

Quero, tirar lição da paisagem,

Aprender a sorrir, com a natureza.

Que enfeita os campos, em agradecimento a Deus.

E tenho tanto, de gratidão para falar...

Eu quero, florir para o mundo,

E perfumar meus amigos...amores!

Choro por vezes,

Mais sem o apelo do consolo,

Choro, na tentativa, de expurgar,

Eliminar minhas mágoas, nas lágrimas,

Não me sufocar na angústia, humores.

Que por vezes,dominam minha alma.

Choro,

Sozinha, pela dor de querer brilhar junto...

E num turbilhão de emoções,

Escolho a alegria, de viver, e ver, o dia nascendo.

Lindo como um hino, de louvor a Deus.

Sorrio, para minha solidão,

Nem tão só!

Pois o sol, me acaricia com seus raios,

Me convida, a cantar,

Para o arquiteto do universo.

Meu pai querido.

Sim, sou princesa, filha de rei...meu criador!

Lindo dia,lindo sol... me sinto feliz,

E a paz, expulsa a tristeza.

Fazendo morada em mim.

Volto a pensar,

Engrandecedor não ter desistido.

Vou correr, atráis dos meus sonhos.

Me banhar com a luz dessa manhã.

Secar minhas lágrimas, que teimam,

Em rolar-me da face,

Que esse sol beija...

Mesmo assim.

Saboreando o gosto de sal,

Dos cristais liquidesfeitos,

Que como rios, em seu curso perfeito,

Morrem... nascem no mar!








Observadora
Enviado por Observadora em 26/09/2005
Reeditado em 10/05/2006
Código do texto: T54022
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:42)
Observadora