Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amante!




Amo-te, amo-te, amo-te...
No meu peito um sentimento,
Que trespassa o meu próprio ego,
Vindo das entranhas mais profunda de mim mesmo,
Que paresce não ter fim,
Forma uma formosa afeição que te procura!
Andarilho neste mundo,
A tua direção tomo como tento,
Num desejo de tê-la minha!

Mas vejo-te admoestada,
A face linda a mim nega ainda,
É ai que minhas noites são nefastas,
Dela sinto medo, que me paralisa!

Ai és o motivo de meus prantos,
Dos meus desesperos as caricias que me negas...

Mas se em realidade, nada mais me importaria,
Dada a sua presença aqui agora,
Bem perto de mim...
_Visto que a madrugada esta fria lá fora,
A noite também finda ainda,
_Visto que vê-la é desejá-la,
E este desejo me leva á plagas sem fim doutos mundos...
Mas em realidade tudo importa,
Teu comportamento não comporta amar-me,
E se sofro, o faço no silêncio, a sós...

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 26/09/2005
Código do texto: T54044
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173750 leituras)
23 áudios (10647 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:58)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor