Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÁSSARO FIDELIDADE

Deus sabe o quanto te amo,
e como isto tem sido importante
ao meu inquieto espírito.

Esta é uma linguagem sem metáforas,
mas os frutos dela estão prenhes.
É o meu “balde despejado”,
água cristalina.

Para exsurgir a Poesia
– benfazejo pássaro liberto –
necessária é a verdade no coração.

Quase trinta anos Dela,
a musa de meus ais,
e o meu estro
(de cinqüenta e uns..., psiuuuuu!)
não tem tantos contares mais.

O eterno é uma asa aflita,
batendo, batendo.
Não tem esta contagem surda.

Amar é a gaiola aberta
do pássaro Fidelidade.

- Do livro OVO DE COLOMBO. Porto Alegre: Alcance, 2005, p. 45
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/54178
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 27/09/2005
Reeditado em 02/06/2009
Código do texto: T54178
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709746 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:01)
Joaquim Moncks