Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAUTO

Impostura,
Sem dádiva,
Faça valer o que proferir.
Atalho muitas vezes é
contramão.

A tristeza é a realidade dos
sobe e desce da vida,
Mas o amor supera
Desertos escaldantes insólitos.

Nossos medos, nossos desafios.
Nada de novo.
Desanimado, pensativo,
Só com suas angustias,
Embargado, imóvel,
Embriagado sem razão,
Sem amor, nem teto.

Caído na noite,
Na calçada, cismado dela.

Do nada, raiou o dia.
Esplêndido, pomposo, suntuoso,
O trem chegou à estação.
O pássaro voltou para o ninho.
À noite se fez dia e o sol se fez luz.
A esperança ressurgiu da escuridão
E a musica se fez melodia de amor.

Escrito por Orlando Oliveira em 31 de outubro de 2015


ORLANDO S OLIVEIRA
Enviado por ORLANDO S OLIVEIRA em 31/10/2015
Código do texto: T5433005
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra, Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ORLANDO S OLIVEIRA
Aracaju - Sergipe - Brasil, 55 anos
824 textos (26837 leituras)
4 áudios (131 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/17 10:50)
ORLANDO S OLIVEIRA