Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRA, CARDÍACA PALAVRA

PALAVRA, CARDÍACA PALAVRA
     Ellen Lopez*

Prepotente, proponho-nos
risco ou brincadeira
jogos com tristes palavras
retiradas de um romance tísico
quase esquecido na última estante
do renque, num sebo de último instante.

Palavra Para- quedas
palavras que caem de livros
e viram hagás:
Hellen hestranha
hencantadora Hélida
hestonteante.
Outras palavras soltam-se de
brancas folhas:
enfermeira encrenca ensurdecedor
enfurecidos emqualquerlugarlongedaqui.

Palavras irrequietas
jogo de palavras riscadas por brincadeira.
Palavra Paralela Para ler-lepípedo
longínquas irreais
correndo a nos arrastar
para a miragem
ou o que julgamos ser nós.
Língua de Babel
Provando Palavras Parasitas
Ou Prosa em Poesia

* eu mesma.
Nina Rizzi
Enviado por Nina Rizzi em 27/09/2005
Código do texto: T54370
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nina Rizzi
Franca - São Paulo - Brasil
4 textos (210 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:23)
Nina Rizzi