Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Menino (rondel)


De minha mãe eu fui menino... o seu menino!
De mais ninguém serei... o sonho está desfeito.
Agora, sou, desperto, o tempo peregrino,
o lodo deste chão... meu derradeiro leito.

Caminhos de ninguém... palpita, no meu peito,
meu órfão coração, no tempo em torvelino.
De minha mãe eu fui menino... o seu menino!
De mais ninguém serei... o sonho está desfeito.

No céu já se apagou meu astro purpurino!
As nuvens de procela, abandonado, aceito...
Por mais que tente ver, mais nada descortino
senão a dor do fim... o sonho está desfeito.
De minha mãe eu fui menino... o seu menino!

Viana do Alentejo * Évora * Portugal


José Augusto de Carvalho
Enviado por José Augusto de Carvalho em 27/09/2005
Código do texto: T54373
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Augusto de Carvalho
Portugal, 79 anos
182 textos (7605 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:05)
José Augusto de Carvalho