Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem título

Grandes e profundas raízes
Invadem leitos, rios sinuosos
Rasgam as entranhas
Dos virginais cios.
O gozo liberto de culpa
Corpo desnudo ainda trêmulo
Refém de mãos desarmadas
Voz rouca sob o pensamento.
Espreita à margem segura
Um olhar firme, arguto,
Desfolhando as vivências
No obscuro ventre rubro.
Grandes e profundas raízes
Enrijecem a tortuosa geografia
Em solo, sangue, fantasias
Rituais de sombras, luz do dia...
O gozo prende e arrasta o tempo
Disfarça as horas no ventre contraído
Madrugadas, sede, movimentos
Novas raízes desenham a dor e o prazer
Penetram a flor no calor amanhecido.
Raiz, sangue e cio...
Helena Sut
Enviado por Helena Sut em 01/03/2005
Código do texto: T5446
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Sut
Curitiba - Paraná - Brasil, 46 anos
614 textos (784005 leituras)
2 áudios (1253 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 00:19)
Helena Sut

Site do Escritor