Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BINÓMIO (com) MAR

... ou seja:
Eu e o Mar
com o trivial
de tanto que é delírio
a imensidade salgada
com o bizarro
em algo que é
o meu olhar


              [Binómio Mar]

Peixe vermelho num mar
quase hesitante
entre azul e verde
e, assim mesmo, tão lindo.
Conchinha na areia,
algaçada em limos
sedosos.
Brisas submersas
recifes coloridos
de cortar fundo
a respiração.

Hei-la a ondina
translúcida
e deslumbrada
nos volteios
de cavalinhos
emproados de mar.
À noite o luzir do farol
e mais formosa a moldura
num enlevo coralígeno
para Neptuno.
Encasteladas
torres de espuma
num Mar tão maior
da nudez ao desejo
para o profundo êxtase
dos sentidos oceânicos

Ah, essa água gentil,
num encantamento
de fluxos sublimes
e tempero salino,
quase insano.

Primordial, um leito vulcânico
feito de continuidades
e intermitências.
Bem mais acima
um raio novo de sol
a reger a alvorada
e a celebrar a mística
do fogo da terra
no âmago das águas.

Ritualizam-se,
vestais, as marés
em cada istmo
alucinante do sonho.
E o meu sorriso
a marear na quimera
de se querer onda.

Ao meu lado:
— Aí está!
— Certíssimo!
— Obrigado e volte sempre,
  Madame!
— Ora essa; não tem de quê.
Obrigada eu!

...
... não tem de quê...
“Touché!”

______________________LuMe
Luis Melo (www.lumelo.com)
Luis Melo
Enviado por Luis Melo em 28/09/2005
Código do texto: T54529
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Melo
Portugal, 59 anos
64 textos (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:45)
Luis Melo